quarta-feira, 24 de março de 2010

Hoje estou especialmente contente



Cheguei há pouco a casa de um encontro com duas amigas. Fomos ao cinema, jantar e claro que começámos logo com uma aventura. Nunca me tinha acontecido, mas entrámos na sala errada... Podia jurar que tinha visto o nº 7 à entrada, quando na realidade era o 1... Digo em minha defesa que os números eram quase idênticos e o facto de ter a sala 8 em frente só fez com que tivesse ainda mais certeza (pelo menos pensava eu).

A Sofia começou logo a resmungar, porque tinhamos pedido ao fulano da bilheteira lugares centrais e aqueles de centrais não tinham nada. Já dizia que no final ia lá falar com ele para lhe fazer um desenho. Claro que nos sentámos noutros lugares que não os nossos, pelo menos enquanto ninguém os viesse reclamar.

Nisto o filme começou e diz a Sofia "Mas o filme é este? Não pode ser isto..." Eu e a Carla só nos riamos. O curioso é que quando nos sentámos, no meio de uma pipoca e outra, dizia a Carla "Hum... não me parece que estas pessoas vão ver o Precious", ao qual a Sofia respondeu "Epá, estás a ser preconceituosa!"

Entretanto a Sofia resolveu confirmar com a rapariga do lado que filme era. Nisto o telemóvel dela cai e toca a apontar com a luz dos nossos para todo o lado a ver se o encontrávamos. Depois disso, lá saímos e fomos para a sala certa.

Sentámo-nos ao lado de duas senhoras, mas só durou uns minutos, porque elas resolveram mudar de lugar. Esta parte não percebi: seria de estarmos as três a comer pipocas, a rir e a falar imenso? Mas o filme ainda não tinha começado e nós sabemos comportar-nos como deve ser, ora essa. Seja como for, toca a mudar para os lugares delas para ficarmos mais ao centro. No final fomos jantar e tivemos uma conversa agradável.

Isto tudo apenas para dizer que me diverti muito. Comentava eu com elas que quando regresso ao lar depois de me encontrar com amigos, sinto-me mais leve e feliz. Sinto porque é bom estar entre amigos, principalmente quando são especiais. Faz bem dizer disparates e sobretudo rir que nem umas doidas. Obrigada à Carla P. e à Sofia pela excelente noite, adoro-vos!

12 comentários:

B disse...

Gostei de ler este pedacinho de boa amizade.É bonito ler isto,achei a vossa saída divertida.
Já o engano da sala,bom.. a ideia começa a não perdoar.. coff..coff...

B disse...

humm... queria dizer,a idade...

Pedro Oliveira disse...

Ter amigos é sempre, o importante é saber encontrar bons amigos. Eu por acaso sempre tive facilidade em fazer grandes amigos, tanto mais que se tivesse de contar quantos tenho realmente de verdade, ainda perdia um tempinho. Este blogue, alem do menage e do país dos pequeninos (que são os que eu sigo), são uma prova evidente que pode surgir uma amizade (falo por mim, eu estou constantemente a verificar quando á posts neles). Eu sou uma pessoa de contar com os amigos, e com quem os amigos podem contar. Se tivesse de contar todas as aventuras que fiz com todos eles daria um blogue interminável.

Um abraço e um beijinho a todos, na base da amizade....

Carla disse...

Eu também me diverti muito Lily. Tu e a Sofia são grandes, lol!

Em jeito de áparte, quero realçar que à minha lista de capacidades junto agora saber "ler" uma sala de cinema. Sim, eu vi logo que aquele pessoal não ia ver a Precious.

Quando entrei na sala certa, pensei cá pra mim "agora sim!". Era ver o pessoal mais entradote, lol.

E para salvar a nossa honra, devo dizer que essas senhoras que fugiram de nós por causa das pipocas e mudaram-se para a outra fila falaram bastante durante o filme que eu bem as ouvia a bichanarem.

Pedro Oliveira disse...

D. Carla, alem de ser perspicaz no sentido de ter um olho de águia, ainda por cima tem ouvidos de tisica. Felizmente são duas qualidades que prezo muito...
Por outro lado é um problema para o seu, ou futuro, par. Porque nunca poderá ele esconder algo da senhora, o que é sempre um problema...
Alem de boa cozinheira, tem mais alguma qualidade ainda não mencionada?

Maguita disse...

Muito bom!!!!!!
(refiro-me à parte de não saberem ler LOL!!!)

Maguita disse...

Impõem-se agora duas questões:
1. Que filme era esse (o primeiro)?
2. Quando vamos comer escalopes com salada de batata?

Lily disse...

1. O outro filme era "O Livro de Eli" e começa de uma forma... digamos... estranha...

2. Calma, calma, para a semana vamos, a Lily chega para todos ok

Lily disse...

Não percebi essa parte do "não saberem ler". Era um indirecta à minha pessoa? Mau mau

Carla disse...

Ai! Maguita, em minha defesa, eu simplesmente segui a Sofia e a Lily para dentro da sala porque estava agarrada ao balde das pipocas a comê-las como se não houvesse amanhã e nem olhei para cima para ver o número da sala.

Sr. Pedro, em relação a mais qualidades ainda não mencionadas, acho que já as revelei todas aqui. Posso acrescentar que às vezes sou muito distraída e não ouço mais de metade do que me dizem. Essa do ouvido de tísica é só para o que convém.

Sofia disse...

Olha Lily, só posso dizer que foi trecíproco, ficámos todas a ganhar e é para repetir! Mas eu tenho de sair em defesa da Lily, não é que ela não saiba ler, ela não sabe é contar, afinal de 'contas' é de 'letras'... Mas estavam a esquecer-se da parte em que a meio do filme entra uma fulana e pergunta à Carla se o lugar estava ocupado... Be-U-ti-Fullll!

Lily disse...

Pois foi! E eu ia-me engasgando de tanto rir. Depois sentou-se numa cadeira e foi-se embora 5 segundos depois. Devia estar à procura do Livro de Eli. Podia ter perguntado, nós sabiamos qual era a sala desse