sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Ora então já falta pouco e tal



Desejo a todos umas boas entradas, com o pé direito, com o pé esquerdo, com os dois ao mesmo tempo, a saltar, a correr, a dançar, a dormir, a ver TV, a enfardar doces, como quiserem. Então, até pró ano.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Ponte 25 de Abril - Junho de 2004

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Liberdade de expressão só na teoria

A liberdade de expressão está em vias de extinção. Cada vez mais existem pressões, sejam políticas ou de qualquer outro tipo, para se "abafarem" casos. Acabei de ler um post num blogue que me causou calafrios. Porquê? Porque faz com que ninguém tenha o direito de emitir uma opinião pessoal.

Muito resumidamente, uma blogger descreveu uma situação passada com uma determinada entidade. Essa entidade não gostou, diz que os posts "denigrem a sua imagem" e resolveu intimar a pessoa em questão para apagar os posts. A blogger recusou-se a fazê-lo.

Li os tais posts e posso assegurar que descrevem tão somente um problema que um cliente teve com uma determinada loja. Um problema que deve acontecer centenas de vezes, que poderia ser o meu problema ou até o vosso. Algo tão simples como um aparelho avariado. Essa entidade publicou, inclusive, um comunicado na sua página do FB que só dá vontade de rir. Rir e chorar logo de seguida, de tão lamentável que é esta situação.

Eu poderia estar a ter este problema. Fiz vários posts em que descrevi diversas situações que me aconteceram com uma outra entidade. Por esta ordem de ideias, poderiam ter feito o mesmo comigo e terem dito "Olha lá ó Lily, quem tu julgas que és para estares a divulgar ao mundo que te andamos a chatear telefonicamente?". Pode até ser uma má comparação, mas o resultado final é o mesmo: todos temos o direito de emitir a nossa opinião livremente. E para que não haja dúvidas:

Liberdade de expressão e informação

1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.

2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.

3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficam submetidas aos princípios gerais de direito criminal ou do ilícito de mera ordenação social, sendo a sua apreciação respectivamente da competência dos tribunais judiciais ou de entidade administrativa independente, nos termos da lei.

4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.

Artigo 37 da Constituição da República Portuguesa

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

A todos...


UM BOM NNNNAAATTTTTTTTTTTTTAAAAAAAAAAAAALLLLL!!!!!!!!!!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Patience

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Eu e as insónias


Não sei o que se passa comigo. Há duas noites que ando a dormir mal. Pensava eu que a noite passada ia adormecer mais rapidamente por me ter levantado cedo, mas não. Fui para a cama, liguei a TV para ver se me dava sono, resolvi desligar à 1h e qualquer coisa, virei-me e... nada. Fiquei a ver as horas a passar.

O que mudou na minha rotina? Tenho ido para o escritório. Passei a manhã toda com aquela sensação que me tinha passado um camião por cima, até comecei a pensar que estava a ficar doente. Entretanto, uma colega disse-me "deves estar a sofrer de jet lag". Como é que não me lembrei disso antes? Faz todo o sentido. Isto de ir para Lisboa dá cabo de mim, é melhor não exagerar. Assim sendo, 5ª fico em casa que é por causa das coisas.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Aos meus queridos leitores

Se quiserem fazer um agrado à Lily que tantos momentos de divertimento vos tem proporcionado com os seus posts (nada modesta hã), podem juntar-se e oferecer-me isto: é tão fofo, piquinino e tudo e tudo.

A gerência agradece.

sábado, 18 de dezembro de 2010

"Tá quaise"



Acabei de me aperceber que falta menos de 1 semana para o Natal! Aquela época maravilhosa em que enfardamos comida, sobretudo doces, como se não houvesse amanhã. Ai adoro!

Quê? Pensavam que ia falar do amor ao próximo e dessas cenas?
Oh pleaaaaaaasssseeeeee.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Não se pode tentar ajudar, é o que é

Devo ter sido muito má noutra vida, especialmente no dia 16 de Dezembro de um século qualquer. Ontem tiraram o dia para me chatear. Tentava eu ajudar uma pessoa que nem sequer conheço, não é minha amiga nem nada do género, mas que me costuma contactar quando está com muito trabalho. A questão foi muito simples: quantas palavras poderia fazer num determinado período de tempo. Aceitei dizendo que faria 10 mil. Como passaram 2 dias e não me enviou o projecto, contactei-a dizendo que teria de baixar o volume para 6 mil. Aqui começaram os problemas.

"Ai Liliana, não me faça isso, estava a contar com o volume que me disse". O drama, o horror. Expliquei que não tinha culpa do atraso do cliente dela, que nem sequer me tinha avisado do atraso e a vida é assim mesmo, conforme-se. Ultrapassada esta questão, foi buscar outro problema: começou a falar-me em entregas parciais. Lá expliquei mais uma vez que nunca me tinha falado em tal coisa e que precisava de ter o volume total do meu lado para ir encaixando na minha agenda. As entregas parciais implicam dar-se um volume num dia específico e assim não gosto de trabalhar. O que eu fui dizer. O drama, o horror. Passada esta questão, veio outro problema: as repetições. E que afinal eu TINHA mesmo de fazer entregas parciais por causa das repetições, senão assim não podia ser, etc. e tal. Recusei-me dizendo que aceito um projecto mediante as condições que me dão no início e não vou mudar tudo à última da hora. Que se entenda com o cliente dela, não tenho nada a ver com isso.

E pronto, a menina zangou-se. "A Liliana não é nada flexível", diz-me ela. Pois confesso que não sou. Nunca fui grande espingarda em ginástica e só gostava das aulas de educação física quando jogávamos voleibol ou basquetebol, nisso era craque. Que não compreendia porque não aceitava as entregas parciais e que lamentava, mas assim não ia contar comigo. Ó minha cara, eu até já estava cheia de trabalho mesmo, só ia fazer o favor de ajudá-la.

Quando os clientes resolvem mudar tudo, é o tradutor que se trama sempre. Quem lamenta sou eu, porque não vou ser o elo mais fraco. Adeus.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Eu e os técnicos

Hoje tive de ligar para a loja de ar condicionado. No Verão, o técnico saiu daqui tão furioso que até deitava fumo e agora tem de voltar cá porque dei conta que algo não está bem. Quando cá veio da última vez, vinha todo armado em parvo porque reclamei do trabalho dele na loja. Chegou cá armado ao pingarelho e eu mandei-o fazer o trabalho dele como deve ser e deixar-se de merdas. Fiquei de tal forma irritada que até o colega dele me dizia "a senhora acalme-se, a culpa não é nossa". Pois não, eles instalam as coisas mal e a culpa deve ser minha. Ele que não venha mais calminho desta vez que vai ver onde lhe vou enfiar o tubo.

domingo, 12 de dezembro de 2010

The Final - Part II

And the winner is...

The Final - Part II

Vendo a final em directo e a boyband já foi com os porcos. O vencedor será o Matt ou a Rebecca. SSSOOOOOOO HHHAAAPPPPYYYY  IIUUUUPPPIIIII!!!!!!!

sábado, 11 de dezembro de 2010

The Final - Part I

Amanhã, um destes será o vencedor. Torcendo pelo Matt e pela Rebecca. Desculpem, mas já não tenho 16 anos para achar piada a essa boyband.





The Final - Part I

E o 4º lugar foi para...



sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Para juntar à colecção

Só porque comprei umas camisolas e agora preciso de um relógio a condizer. Já dei instruções ao Pai Natal, vamos lá ver se o traz... Senão vou eu buscá-lo!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Gosto tanto...


Quando me dizem que traduzi incorrectamente um determinado termo, passo a usar a tradução que querem e, no projecto seguinte, me apontam como erro essa mesma alteração que fizeram anteriormente. Depois lá tenho de perder tempo a perguntar afinal o que é que querem que use. Decidam-se sim? JJJiiizzaaassssss

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Afinal não sou a única

Conversa no msn:

Lily: estou a ver a mtv e o justin bieber tá em 4º lugar na hitlist de portugal, wtf
Maguita: é o único puto no mundo que odeio, nem parece um puto
Lily: embirro com ele, nem fazes ideia
Maguita: porque ele não é likeable, só é puto de idade, mas de resto não é, mas é irritante à brava, é bué convencido e tem um ar bué impertinente, só me apetece rapar-lhe o cabelo
Lily: é bom saber que me compreendes
Maguita: acho que nenhum adulto gosta dele, ok, excepto os pais dele
Lily: e a mania dele se atirar às gajas todas, tipo katy perry, rihanna, é a todas, um pirralho daqueles que nem tem ar de cutchi cutchi, por favor
Maguita: só se for para fazer cutchi cutchi ao cabelo que eu lhe arranquei

Porque o talento não tem idade

Saiu no fim-de-semana passado, na semi-final. Era dos meus concorrentes favoritos. Parece que já tem contrato para gravar um álbum. É demasiado talento para se desperdiçar. Go Mary!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Post totalmente desinteressante, não leiam

Que bonito!


PS - Por aqui se vê como a autora deste espaço está cheia de ideias para escrever

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

A neve


Todos os anos neva em determinadas zonas de Portugal. Todos os anos ouvimos nas notícias que é "o ano mais frio, o nevão maior" etc. Todos os anos essas zonas ficam literalmente paradas. Porquê?

Se caísse um nevão em Lisboa e a cidade ficasse um pandemónio, até entendia. Afinal de contas, isso não é considerado normal. Agora cidades onde isso acontece todos os anos? Desculpem, mas não consigo entender. Por que motivo não existe um sistema eficaz que mantenha as estradas limpas de forma a que se possa circular, ainda que com cuidado redobrado? Não. É mais fácil fechar as escolas, dizer às pessoas para não saírem de casa ou, se tiverem de o fazer, que o façam a pé.

Por esta ordem de ideias, se estas zonas estivessem com neve meses seguidos, ninguém ia à escola nem trabalhar, certo? Pois, certo...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Corinthians é mau!

Atacam por todos os lados

Esta agora é nova: ligaram-me de onde? Sim, da Zon. Para falar com quem? Não, não era comigo. Quando já me preparava para começar a gritar, o funcionário diz que quer falar com o meu pai. Mas que máfia é esta? Como é que ligam para minha casa a perguntar pelo meu pai? Assim pronto, mandei-os pastar em nome do Sr. Costa.

domingo, 28 de novembro de 2010

Tenho de manter os leitores informados

Na terça-feira ligaram-me mais 2 vezes da ZON (devia ser dia de promoção, "chateie o mesmo cliente duas vezes por dia, dois dias seguidos e receba uma torradeira"), passando o saldo para 8 telefonemas em pouco mais de 3 semanas. Só não comecei aos gritos porque sou uma lady e não faço cenas dessas. Entretanto devo ter arranjado uma amiga por lá que se comoveu com o meu drama, porque desde então não me ligaram mais vez nenhuma. Mas vou dizer isto baixinho, não vá alguém ouvir...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Caaaaa frrriiioooooo

Mal saí da cama parecia que tinha entrado directamente no frigorífico. Está mais frio do que o que tem estado, certo? Claro que ir de pijama abrir as portadas também não ajuda muito. OK, as notícias confirmam que a temperatura está mesmo mais baixa.

Lá vai a conta da luz aumentar... Ora deixa cá ligar... hhmmmm... 24 graus... sim, parece-me um bom número... Aaaaaahhhhhhhhh, assim está melhor. Calorzinho bom! Vou ali buscar uma t-shirt e volto já.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Que deprimente

Estou a ver o VH1. Neste momento, está a dar a música "I just called to say I love you". Estou a cantarolá-la. Alguém me dê um tiro, please.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Há pessoas que me conhecem bem demais

Tenho a mania de achar que disfarço bem as minhas reacções, mas acho que sou mais transparente do que aquilo que penso.

Estava a falar com a minha amiga Carla aka Picante sobre um determinado assunto e ela começou a achar imensa piada (a Maguita também se costuma rir, é bom saber que a minha vida diverte as minhas amigas).

Nisto diz-me assim: "Ó Lile, isto é hilariante. A sério, tou a ver a tua cara 73, é que tou mesmo. Deve ser a tua cara quando eu disse "ó Lile, vamos ali à Redken que fica nesta avenida" (sendo que a tal avenida fica praticamente a todo o comprimento de Manhattan)".

Pois, é capaz...

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Juro que não estou a inventar

Acabei de receber um telefonema de quem, de quem? Vamos em quantos agora? Ora 2, 3... sim, 6. Seis telefonemas em 3 semanas. O segundo do dia mas calma, ainda é possível receber outro daqui a umas horas. Estou tão farta que mesmo que me dessem um pacote gratuito ia recusar. Agora com licença, vou ali dar um tiro na cabeça.

Chiça penico!

Ora nem chegou a 1 semana para a Zon me contactar novamente e hoje não houve contemplações, saltou-me a tampa. O rapaz que ligou até era simpático e é isto que me custa, ter de desancar em alguém simpático. Mas adiante, lá expliquei que num curto espaço de tempo já era a QUINTA vez que me ligavam e que começava a ser "chato" (digam lá que não fui benevolente). O rapaz coitado, só pedia desculpa, que lhe tinham dado o meu n.º para ligar, tem razão mas... já é nossa cliente?

Fooonnniiiixxxxxxxx

domingo, 21 de novembro de 2010

RED

Ontem fui ao cinema. Saí de casa pensando que ia ver A Rede Social (por exclusão de partes, porque pensei que havia filmes mais interessantes em exibição) e acabei por ver um filme de acção chamado RED-Perigosos. Acho que é o que acontece quando escolhemos uma companhia masculina (ir com as amigas é tão mais fácil). Assim que sugeri o outro filme, a reacção foi "Xi pá, isso é muito parado" e eu lá disse "Bem, então só se for aquele do Bruce porque eu cá não vou em Harry Potters". O que aprendi:

- Bruce Willis: ainda sabe dar porrada nos maus
- Morgan Freeman: é um senhor em qualquer papel que faça
- John Malkovich: os papéis de doido ficam-lhe tão bem
- Helen Mirren: uma verdadeira senhora que já foi Rainha e que nunca pensei ver de metralhadora na mão

Resumindo, o filme vê-se bem: tem acção e partes cómicas. Enfardei um pacote grande de pipocas como se não houvesse amanhã. Um bilhete de cinema já custa quase 6€...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Hoje é Dia Internacional do Homem

Não sei o que dizer.
E começou a chover.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Está uma pessoa descansada a trabalhar e recebe e-mails destes


Tantos destinos e eu sem dias de férias.... Buuuuaaaaaaaaaaaa

terça-feira, 16 de novembro de 2010

A Zon só me quer a mim, está visto

Recentemente fui contactada duas vezes no mesmo dia pela ZON e achei que tinha sido, vá, coincidência. Agora começo a pensar que é perseguição. No Domingo, dia de descanso e familiar em todo o país, fui novamente contactada. E há escassos minutos recebi MAIS UM telefonema deles. Querem melhorar a minha vida, parece que a Zon está com promoções na minha zona (?). Logo eu que não sabia que as promoções eram só para certas áreas geográficas (shame on me). No entanto, sou obrigada a recusar porque, imagine-se, mudei de pacote recentemente e estou com período de fidelização. Perguntou-me durante quanto tempo e eu tratei logo de exagerar "xxxiiii, só daqui a um ano é que me safo disso". Agora vou contar quantos dias vão passar até me contactarem novamente. É que aposto que ainda não é desta que a fidelização por 1 ano vai resultar...

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Am I good or what?


Acabei de receber avaliação positiva a um trabalho de quase 18 mil palavras. Como ninguém me gaba, gabo-me eu. IIIUUUUUPPPIIIIIIIIIIIIII

Impostos e taxa sobre automóveis

O meu amigo B. enviou-me este e-mail e não resisto em partilhar.
Por falar em impostos, hoje tenho de pagar o IVA, raios!

Contribuinte - Gostava de comprar um carro.
Estado - Muito bem. Faça o favor de escolher.
Contribuinte - Já escolhi. Tenho que pagar alguma coisa?
Estado - Sim. Imposto sobre Automóveis (ISV) e Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA)
Contribuinte - Ah... Só isso.
Estado - ... e uma "coisinha" para o pôr a circular. O selo.
Contribuinte - Ah!..
Estado - ... e mais uma coisinha na gasolina necessária para que o carro efectivamente circule. O ISP.
Contribuinte - Mas... sem gasolina eu não circulo.
Estado - Eu sei.
Contribuinte - ... Mas eu já pago para circular...
Estado - Claro!..
Contribuinte - Então... vai cobrar-me pelo valor da gasolina?
Estado - Também. Mas isso é o IVA. O ISP é outra coisa diferente.
Contribuinte - Diferente?!
Estado - Muito. O ISP é porque a gasolina existe.
Contribuinte - ... Porque existe?!
Estado - Há muitos milhões de anos os dinossauros e o carvão fizeram petróleo. E você paga.
Contribuinte - ... Só isso?
Estado - Só. Mas não julgue que pode deixar o carro assim como quer.
Contribuinte - Como assim?!
Estado - Tem que pagar para o estacionar.
Contribuinte - ... Para o estacionar?
Estado - Exacto.
Contribuinte - Portanto, pago para andar e pago para estar parado?
Estado - Não. Se quiser mesmo andar com o carro precisa de pagar seguro.
Contribuinte - Então pago para circular, pago para conseguir circular e pago por estar parado.
Estado - Sim. Nós não estamos aqui para enganar ninguém. O carro é novo?
Contribuinte - Novo?
Estado - É que se não for novo tem que pagar para vermos se ele está em condições de andar por aí.
Contribuinte - Pago para você ver se pode cobrar?
Estado - Claro. Acha que isso é de borla? Só há mais uma coisinha...
Contribuinte - ...Mais uma coisinha?
Estado - Para circular em auto-estradas
Contribuinte - Mas... mas eu já pago imposto de circulação.
Estado - Pois. Mas esta é uma circulação diferente.
Contribuinte - ... Diferente?
Estado - Sim. Muito diferente. É só para quem quiser.
Contribuinte - Só mais isso?
Estado - Sim. Só mais isso.
Contribuinte - E acabou?
Estado - Sim. Depois de pagar os 25 euros, acabou.
Contribuinte - Quais 25 euros?!
Estado - Os 25 euros que custa pagar para andar nas auto-estradas.
Contribuinte - Mas não disse que as auto-estradas eram só para quem quisesse?
Estado - Sim. Mas todos pagam os 25 euros.
Contribuinte - Quais 25 euros?
Estado - Os 25 euros é quanto custa o chip.
Contribuinte - ... Custa o quê?
Estado - Pagar o chip. Para poder pagar.
Contribuinte - Não perc...
Estado - Sim. Pagar custa 25 euros.
Contribuinte - Pagar custa 25 euros?
Estado - Sim. Paga 25 euros para pagar.
Contribuinte - Mas eu não vou circular nas auto-estradas.
Estado - Imagine que um dia quer...tem que pagar.
Contribuinte - Tenho que pagar para pagar porque um dia posso querer?
Estado - Exactamente. Você paga para pagar o que um dia pode querer.
Contribuinte - E se eu não quiser?
Estado - Paga multa.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Lily às escuras


Teclava eu furiosamente um pouco antes da 1 da manhã para terminar um trabalho quando de repente... caput... Caput? Caput agora não, o que é isto pá? E fiquei a olhar para a luz do portátil enquanto tudo ao meu redor estava às escuras. Sim senhora, bonita altura para um apagão (podia dizer simplesmente "faltar a luz", mas assim fica uma situação mais dramática).

E o que fazer quando estamos às escuras no andar de cima? Pegamos no telemóvel e iluminamos as escadas a ver se não nos matamos com algum trambolhão enquanto vamos buscar uma luz alternativa. Apesar de já ter confirmado pela janela do escritório que estava tudo às escuras no exterior (excepto uma zona lá mais ao fundo, raios partam que ali daquele lado havia luz), resolvi ir à varanda porque havia um alarme que teimava em não se calar. Só faltava ser um ataque terrorista e eu com um trabalho para entregar, é que não dava jeito nenhum. Posto isto, fiquei um bocado à espera a ver se a luz voltava. Resolvi desligar o portátil e poupar o resto da bateria, pois não sabia se teria de me ligar ao mundo mais tarde.

Às tantas resolvi ir para a cama, sempre era mais útil. Fez-me falta foi a TV, porque eu gosto de ver o AXN antes de dormir. Estou a tentar adormecer e nisto tudo em casa começa a apitar. É a ups, é o telefone sem fios, é o ar-condicionado, um festival (a luz tinha voltado, daí esta euforia toda). A ups e o telefone já sei que apitam, agora de repente ouvir o a/c a ronronar e a piscar uma luz irritante que se me entrava pelos olhos adentro, isso é que não. E pronto, resolvi levantar-me e ir ligar e desligar os aparelhos para não ficarem a piscar eternamente,

Entretanto o trabalho estava inacabado, claro. Resolvi pôr o despertador para uma hora que até dói só de pensar (7:30, embora só me tenha conseguido levantar às 8:30) para acabar a tradução e avisar o cliente que ia entregar um pouco mais tarde. Lá devem ter ficado a pensar que isto dos apagões é uma boa desculpa para não entregar as coisas a horas.

No final tudo se resolveu, mas cheguei à conclusão que não gosto de ficar totalmente às escuras. Gosto da luminosidade dos números do despertador e da luz do candeeiro lá fora que deixo passar um pouco pela janela, senão só me levanto lá para o meio-dia. Sim, porque não sou como certas pessoas com quem já fui de férias e que me pedem para tapar as horas que estão na TV do quarto de hotel com um cachecol porque "incomodam" (essa não me vou esquecer tão cedo, ó Maguita :D).

sábado, 6 de novembro de 2010

The Matt and Rebecca Show

As palavras no título deste post não são minhas, mas sim do Mr. Simon Cowell, que os considerou as melhores actuações da noite. Ela, uma das favoritas e elogiada desde sempre, conseguiu uma ovação de pé do Simon. Ele... vejam os jurados no final.



http://www.youtube.com/watch?v=VFAZ6TvK-3c&feature=channel




http://www.youtube.com/watch?v=D-5M93tovEs

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

As traduções merdosas que enlouquecem uma pessoa



Tradutor sofre, muito. Quem está de fora pensa que é tudo muito fixe: "ah e tal, trabalhas em casa, quem me dera a mim, fazes o que queres" bla bla bla. É tudo muito bonito, mas quem tem esta profissão sabe que as coisas não funcionam assim.

Para se conseguir ter um cliente na mão, é preciso ganhar o estatuto de "esse tipo de trabalho não faço mais". No entanto, até lá é preciso engolir alguns sapos, neste caso, fazer umas traduções merdosas.

Existem dois projectos que me marcaram enquanto tradutora: um feito há uns 2 anos sobre tacos de golfe (não aprendi nada porque é daqueles assuntos que simplesmente não me interessam, quero lá saber que existem 50 tacos para 50 tipos de tacadas diferentes) e outro feito a semana passada sobre... como hei-de explicar? Eram legendas de vídeos sobre músicos que descreviam como tocavam, por exemplo, a Nona Sinfonia em violino, em trompa e o raio que os parta a todos. Fartei-me de notas musicais, andamentos, compassos, semínimas, Fá bemol, Si sustenido e o catano. Mas acho que pior que a terminologia só mesmo o tipo de discurso dos intervenientes.

"Quero um gelado de morango, ai não prefiro de chocolate, mas pera, o de baunilha também é bom". Isto aplicado ao tema da tradução em causa seria "ora vou começar por colocar os dedos no Fá e no Dó e depois... também pode ser assim...  e agora faço... pois, assim soa muito bem". Não perceberam nada, pois não? Eu também não percebi patavina daquilo, uma criança de 5 anos explicava-se melhor.

Uns dias depois quiseram dar-me mais traduções dessas. Mas aqui a Lily não se deixa enganar uma segunda vez. Puxei dos galões, porque às vezes tem mesmo de ser, e respondi que daquilo não faço mais e ponto final.

Se gostava de mudar de profissão? Não, mas isso não quer dizer que não reclame na mesma.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Ena pá, há um nome para isto e tudo

Descobri que sofro disto, em último grau:

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Eu não gosto só do Matt




http://www.youtube.com/watch?v=ZDqee0y4TDg

Eu não queria mas...

Ia eu já em direcção à caixa quando o meu radar me fez desviar o olhar para o lado esquerdo e lá estavam eles. Até podia não os ter trazido, mas não era a mesma coisa.


sábado, 30 de outubro de 2010

Roma, Itália - Outubro de 2010

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Leona Lewis

O locutor da RFM acabou de dizer "A seguir... Lêôna Looouuuize".

Ai zon zon

Ontem ligaram-me da Zon. Duas vezes. Com pouco tempo de intervalo. De ambas as vezes eram brasileiras. A 1ª "sabia" que eu era Cabovisão e por isso estava a ligar. Queria saber se estava a pagar pouco. Despachei-a em 10 segundos. A 2ª ligou porque sim. Despachei-a em 5 segundos. Disse que já era a segunda vez que me ligavam no mesmo dia. Acho que ela ficou com medo de mim. Entretanto descobri que a frase "tenho período de fidelização" é mais eficaz do que dizer "não estou interessada".

What?!?!?!?!?!

E qual é a primeira notícia que uma pessoa lê de manhã?

O Instituto de Meteorologia colocou hoje, quinta-feira, todo o território continental de Portugal sob aviso amarelo devido à previsão de vento e chuva fortes para os próximos dias. Este aviso meteorológico - o terceiro mais grave da escala do Instituto de Meteorologia (IM) - é válido até às 00:59 de domingo. Para este período, o IM antecipa vento forte com rajadas que, no sábado, poderão atingir 120 quilómetros por hora em vários distritos, bem como chuva ou aguaceiros, temporariamente fortes.

Acho que os senhores estão a ver mal as coisas. Ainda não se devem ter apercebido que vem aí um fim-de-semana prolongado e certas pessoas estão a sentir necessidade de ir para a rua apanhar sol. Eu sou uma certa pessoa e não admito uma coisa destas. Então ando aqui a trabalhar que nem escrava e agora que tinha a esperança de ir arejar vem aí um temporal? Não. Recuso-me. É que.. não não não!




quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Simple Together

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Novo impresso do IRS 2011


Muito mais simples, não acham?

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Balanço do fim-de-semana


Farturas: 1
Leite creme: 4
Pudim de laranja: 1

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Regresso ao passado



Na minha juventude era uma grande adepta dos jogos de PC. Recordo com saudade os tempos de escola, em que chegava a casa, fazia os trabalhos e a seguir passava horas a jogar (lá porque sou 'menina' não quer dizer que não goste dessas coisas). As horas que passei a jogar ao Prince of Persia, ao Arkanoid, ao Tetris ou ao Puzzle Bubble.

Eu ainda sou do tempo em que a primeira "consola de jogos" (chamemos-lhe assim) que vi na vida foi uma cena qualquer na qual se metia uma cassete. Isto ainda antes dos computadores Amiga, que se ligavam à TV e a magia acontecia. Provavelmente só o B. vai estar solidário comigo e entender-me neste post. Por vezes damos por nós a recordar estes tempos áureos. Entretanto cresci, sou supostamente responsável e deixei de ter tempo para estas coisas. Agora brinco às traduções, mas não tem a mesma piada.

Estive a mexer numas caixas e vi que ainda tenho ali o Windows e o Word em disquetes, é lindo não é? É por estas e por outras que os adolescentes olham para uma pessoa de 30 anos e a acham velha.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

É triste chegar a esta conclusão mas...

Acabei de perceber que já não tenho idade para dormir só 5 horas. É duro, mas é a realidade. E antes que essas cabecinhas comecem com coisas, não andei na rambóia. Antes fosse, pelo menos estaria mais feliz. Tive de entregar um trabalho hoje de manhã e como não correu muito bem, tive de entrar pela madrugada dentro. Agora dou por mim a escrever e sai tudo ao lado: troco letras, omito palavras, é um festival.

Dormi depressa demais, pareceram apenas 5 minutos. Vou ali buscar uns caramelos que isto está a ser difícil.


PS - Abençoada a mãe da D. Lily que lhe trouxe caramelos de fruta e chocolatinhos no fim-de-semana. Ahhhh, a minha mãe conhece-me tão bem...

É impressão minha...

Ou está efectivamente mais frio? É que estou gelada, portanto, ou é normal ou estou a ficar doente. Eu sei bem o que curava isto: umas férias em Cabo Verde ou algo do género (é o que dá ver fotos de uma amiga nesse destino, facebook do demo!). Ai ai...

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Há dias assim

Em que só me apetece largar tudo, bater com a porta e desaparecer. Alguém quer desaparecer comigo?

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Ai este Matt...



http://www.youtube.com/watch?v=uR6iwgTmvys

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Serei normal?

Devo ter umas 6 qualidades de bolachas na despensa, no entanto não me apeteceu nenhuma em particular. Antes que comecem já a barafustar, passo a explicar: eu gosto de vários tipos de bolacha (como qualquer pessoa), mas cada uma tem uma finalidade específica. Umas são para fazer sopas de leite, outras para comer sem ser em sopas de leite, outras são de manteiga (simplesmente porque adoro), outras têm recheio de morango (para aqueles dias mais difíceis).

Mas hoje... epá, hoje o que me apetecia mesmo era uma fartura quentinha e estaladiça. Ó B.? Não vem para estes lados não? É que podia passar ali no Leclerc e trazer-me uma... ou duas, vá...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Raio das abelhas!

Estou fffffaaaaaaarrrrrtttttaaaaa das abelhas. Farta! Já nem posso ter a janela do escritório aberta que entram por aqui dentro com um descaramento que só visto. E eu ainda sou boazinha, que vou de almofada em punho enxotá-las. Daqui a bocado saco do Mafu e vão ver o que é bom. Raios!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Epá, larga-me!

Olá,
Tiago Lopes convida você a começar uma amizade no Sonico.
Você já é amigo de Tiago?

Não sou, não quero ser e começo a ter raiva de quem seja. Já o mandei para o spam, será desta que fico livre?

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Roma: primeiras impressões

Estou de volta e completamente de rastos. Tudo me dói: o corpo, sobretudo pés e pernas, e a carteira (vá lá que ainda sobraram 20€ da quantia levada).

Tendo em conta que só 200€ foram para comer durante 4 dias, pode-se dizer que é uma cidade carota. Resumidamente: muitas fontes, muitas pedras (chamam-lhe "ruínas", sempre é mais chique), muitas geladarias, muitos palácios e edifícios gigantescos. O Papa não nos recebeu (devia estar a dormir uma soneca), mas o Vaticano até que é engraçadito.

Não conheço povo mais alucinante a conduzir que os romanos: ninguém pára nas passadeiras, portanto temos de nos atirar literalmente para a estrada e rezar para que não nos passem a ferro. Isto além de contornarem as pessoas no meio da estrada, porque parar ou abrandar não é com eles.

Entretanto fiquei apaixonada pelo Dannniieeellleeeee, que nos foi buscar ao aeroporto. Sim, que uma gaja de vez em quando tem direito a uns mimos e toca a ir num Mercedes do aeroporto até ao hotel com alguém simplesmente maravilhoso, charmoso, lindo e tudo e tudo. A minha amiga bem falava comigo mas eu já nem a ouvia.

Prometo umas fotos num qualquer post em breve. Agora parece que tenho de ir trabalhar. Ai que me dói tudddddooooooo.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Aqui vou eu

Vou (finalmente) fazer a mala para ir para a terra da carbonara e do tiramisu. Até ao meu regresso.

Uma perguntinha

Ninguém quer ir fazer a minha mala, não?

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sempre os vizinhos

O Tuningman (o meu vizinho do Subaru e do Romeu) não prima muito pela simpatia. Só fala por favor. Aqui há dias cheguei, olhei para ele e sua excelência não tirou os olhos do telemóvel. Estive para lhe passar com o carro por cima do pé só para ver se ele dizia alguma coisa. Por enquanto, só o safa aquele ar de bad boy ao qual acho, vá, uma certa piada.

Já o vizinho que mora por cima dele, salvo seja, passa por mim e até se inclina todo no carro para me cumprimentar. É assim a diferença... mas adiante.

O meu vizinho de baixo tem uma namorada nova. Ah esperem, tenho de referir primeiro que ele tinha mulher antes. Quer dizer, não sei se eram casados, mas quando me mudei já eles moravam cá. Há uns tempos deixei de a ver e cheguei à conclusão que se tinha ido embora. Mas ok, esta parte agora também não interessa. O que eu sei é que ele agora arranjou uma estouvada qualquer com a qual ainda não me cruzei pessoalmente mas de quem já não gosto lá muito. É demasiado barulhenta. É daquelas pessoas que dão gargalhadas que se ouvem a 5 km de distância. Nada contra este facto, mas quando são 3 da manhã, ando às voltas na cama para tentar adormecer e só ouço risota, chateia um bocadinho. Mas pior mesmo é quando há rambóia. Há dias estava a ver TV na sala, mas resolvi ir para o quarto terminar de ver a série. Entrei, parei, saí e fui novamente para a sala.

Agora as coisas parecem andar mais calmas, senão qualquer dia obriga-me a mostrar quem é que manda aqui no pedaço.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

So true...


Não chego ao ponto de chorar, mas que fico com vontade de a atirar pela janela, isso fico

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Eu que até nem sou muito romântica, derreti *

Quero um Matt para mim, é pedir muito?


* Ou quase vá, não posso estragar a reputação

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Está quase!

Abri o site do Correio da Manhã para me pôr a par das novidades (não há melhor jornal para isso, tem de tudo um pouco) e deparei-me com o vídeo abaixo (aterragem de emergência em Nova Iorque no sábado à noite, devido a avaria no trem de aterragem).

Nisto apercebi-me de que daqui a 5 dias também tenho um avião para apanhar (na realidade são dois, porque Itália fica tão longe que faço logo escala em Madrid). Está marcada há mais de um mês e já nem me lembro da hora do voo, do nome do hotel, nada. Vá lá que ainda sei qual é o destino...


PS - Ahhhhh, é tão bom ver estes vídeos antes de uma viagem...

domingo, 26 de setembro de 2010

É o que eu digo, só a mim

fear of the dark enviou-te um Pedido de Amizade hi5‏
love and pleasure enviou-te um Pedido de Amizade hi5‏

Não podiam ser mais opostos, pois não? Só vos digo, m-e-d-o...

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Porquê a mim?



E o que acontece quando se resolve ir jantar junto à praia? Cai uma trovoada e uma chuvada daquelas.

Até tem piada ver os relâmpagos a iluminar o céu, eu só prefiro estar em casa nessas alturas. Valeu a companhia, o arroz de tamboril e a mousse de chocolate (sim B., leste bem, comi MOUSSE).

Chaves, Portugal - Agosto de 2004

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Não gosto

Que sejam injustos comigo
Que não entendam o meu ponto de vista
Que não se esforcem por tentar entender
Que prefiram atacar a entender
Que fujam quando confronto com alguma situação
Que andem com rodeios em vez de ir ao fundo da questão

No final chego à conclusão que, com pessoas assim, não vale a pena perder tempo.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Este é o Romeu


Super orgulhoso do estado em que deixou o terraço do meu vizinho :D

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Sem vontade

Ando sem vontade de blogar. Bem, isso já devem ter reparado. Porquê? Não sei.

Tenho fases: fases em que escrevo muito e outras em que parece que quebro e todas as ideias desaparecem. Não me sento ao computador propriamente a pensar "ora vamos lá fabricar um post". Escrevo quando me apetece, seja um post parvo ou não (sim, porque parvoíces há muitas por aqui). Escrevo para falar de coisas que me aconteceram, que quero que aconteçam ou que não chegam a acontecer.

Mas agora sinto-me assim: sem vontade, sem... nada.

Quero escrever sobre algo que me aconteceu nas férias, mas preciso de uma foto que está na máquina e que continua no mesmo sítio onde a deixei desde que voltei. Poderia escrever sobre outras coisas, mas... não, não me apetece.

Agora estou aqui a escrever sobre a vontade de não blogar. Que deprimente...

domingo, 12 de setembro de 2010

Parabéns a você



Cabe-me a mim dizer que o Cantinho faz hoje 1 ano! Viva viva! OK, esta seria a parte em que começariam a gritar "discurso, discurso!". A única coisa que quero dizer é que não esperava que este espaço se tornasse num antro de pecado e... Váaaaaaaaa, estou a brincar :D

Agora a sério: há um ano atrás, quando decidi criar o blogue, nunca pensei que pudesse vir a ter leitores. Obrigada a todos os que por aqui passam, porque este espaço não existe só para mim, é também para vocês.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Viana do Castelo, Portugal - Setembro de 2008

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

E em 3 minutos apenas

Se altera um pacote digital da Cabovisão de 67€ para um idêntico de 35,99€. Basta juntar uma Lily charmosa de um lado, um rapaz simpático do outro e acontece a magia.

Eu: Boa tarde. Sou vossa cliente, tenho actualmente o pacote XPTO e pago 67€ (nem sequer mencionei que tenho um desconto de 12€ pagando na realidade 55€, mas não precisam de saber tudo) e vi no vosso site que têm uma campanha com um pacote igual ao meu por 35,99€

Rapaz: Vou ver se pode aderir à campanha, um momento

Eu: A bater com os dedos na secretária pensando como contra-atacar em caso de necessidade

Rapaz: Obrigado por ter aguardado. Se quiser, mediante um período de fidelização de 12 meses, podemos alterar o seu tarifário para o desta campanha

Eu: Com certeza (com voz doce)

Et voilà :D

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O poder do Facebook

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Hã?

E-mail acabado de receber:

Remetente: José Soares
Assunto: 1º Nível de Reiki Supremo‏

Resumo da mensagem:

Reiki Supremo o que é?

A palavra Reiki, em japonês é pronunciada “ Rêki “ e traduzida como “ Energia de VidaUniversal “ ou “ Energia Vital Universal “. É composta por duas sílabas: A sílaba “ Rei “ possui diferentes significados: espírito, alma e universo; o que é universale infinito. “ Ki “ pode ser traduzido como espírito, coração, ser, energia, atmosfera esentimento. Denomina a Energia Vital, seja em forma de calor, luz ou força. Veremos a seguir um dos “ Kanjis “ para “ Reiki “ o ideograma das línguas orientais. Nele,a parte superior é a representação da sílaba “ Rei “, a parte inferior é a sílaba “ Ki “.

Bla bla bla

A acção do Reiki Supremo.O Reiki utiliza rituais sagrados de activação energética (as iniciações), bem como uma série de símbolos (que são passados a partir da 1ª iniciação inclusive) que servem para canalizar ,orientar a energia e proteger.

Mais bla bla bla e existem não sei quantos chakras etc. e tal.

Assinado: José Soares (Mestre de Reiki Supremo)

Devo preocupar-me?

PS - Resolvi deixar a pontuação devidamente incorrecta, não fosse eu alterar a mensagem original e enfurecer os deuses e o universo.

domingo, 5 de setembro de 2010

Aiiii vida

Parece que... voltei. Agora vou ali descansar e tentar esquecer que na segunda recomeço a trabalhar.

sábado, 21 de agosto de 2010

Ellen e concorrentes do SYTYCD

Como eu gosto da Ellen :D

E com esta me despeço, até daqui a 2 semanitas tá?

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Estou contente, ai pois estou

As saudades que eu tinha de uma entremeada grelhada - check
As férias que estão quase aí - check
Uma viagem marcada para Outubro - check
Uma Lily contente - check

Se por acaso acharem que há ali um tópico ou outro a insinuar que estou prestes a ir de férias ou que vou fazer outra viagem este ano, bebam uma água fresquinha e respirem fundo porque se calhar leram mal. Ai que até me engasguei cof cof cof.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Case Study - Mulheres vs Apelidos dos Maridos

Malta, preciso dos vossos preciosos comentários para ter uma opinião mais generalizada sobre este assunto.

Mulheres - Se vocês se casarem, vão querer o apelido do marido?
Homens - Vocês ligam ao facto da vossa futura esposa ir usar ou não o vosso apelido?

Isto pode parecer-vos patético, mas a sério que gostava de saber a vossa opinião. Eu desde sempre que tenho uma determinada posição perante isto e como estou a ver que é contrária ao que a maioria faz, quero saber se sou caso único.

Se alguma vez me casar, não quero apelido do meu marido. Não me interessa se é bonito, feio, chique ou o que quer que seja. O meu nome é só um e assim permanecerá.

No entanto, conheço várias raparigas que se casaram recentemente e todas elas adoptaram o apelido do marido. Não acho bem nem mal, respeito. Eu é que pensava que era coisa da "tradição" e como todos sabemos que a tradição já não é o que era, tinha a ideia que hoje em dia as raparigas não eram adeptas disso.

Fico a aguardar os vossos comentários. Agradecida desde já pela vossa modesta e singela participação.

domingo, 15 de agosto de 2010

Se calhar é

Apesar de continuar a parecer Meu o nome do cão, há uma forte possibilidade de ser Romeu. A ênfase é sempre em Meu, mas creio que hoje consegui ouvir um som antes disso. Também pode ser a minha veia romântica a funcionar, mas temos de admitir que faz mais sentido.
O meu vizinho é que devia dedicar menos tempo ao carro e mais à limpeza do terraço...

A Worten dá cabo de mim

Hoje resolvi passar na Worten APENAS (repare-se no pormenor da palavra) para ver uns "êlecêdês". Cumpri esta tarefa sem trazer nenhum comigo. Agora expliquem-me por que motivo saí de lá com um teclado e um rato que nem sequer me faziam falta?
Pelo menos sei que o B. me vai compreender nesta situação... Por falar nisso, por onde andas pá???

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Não é por nada mas...

Acho que começo a ter material suficiente para escrever uma novela blogosférica (não me parece que esta palavra exista, mas agora também não interessa) sobre o bairro onde vivo.

Vou pensar no assunto. Quem sabe em breve não vá nascer uma bela história, num blogue perto de si.

AAARRRRRRGGGGHHHHH - Parte 3

Deitei-me às 3 e tal da manhã.
Acordei às 7:30 com a vizinha de baixo a falar como se estivesse numa festa toda divertida.
Tentei dormir mais um pouco.
Às 8:30 a miúda da vivenda de trás põe a música como se fosse uma discoteca.
Resolvi levantar-me.
Fui trabalhar um bocado.
Às 10:30 fui ao wc. O telemóvel tocou... tocou... tocou...
Ligaram a 3ª vez, isto num espaço de 2 minutos. Atendi.
Do outro lado "O técnico está farto de ligar para si e ninguém atende".
Relembro que tinham passado 2 minutos.
Parece que já nem tenho direito a ir fazer xixi sem me irritarem.
Ainda só são 10:45. O dia promete.

Digam-me: eu mereço isto?

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

AAARRRRRRGGGGHHHHH - Parte 2

Já tiveram daqueles dias em que só vos apetece desaparecer? Hoje sinto-me assim.

Sim, os técnicos vieram cá.
Sim, os técnicos montaram o ar condicionado.
Não, o aparelho não ficou a funcionar.
Sim, tem um código de bloqueio e não o conseguiram desbloquear.
Sim, é preciso vir cá um técnico da Samsung.
Sim, ficaram de me ligar amanhã.
Sim, se calhar vai ser preciso apertar com eles.
Sim, tenho o trabalho todo atrasado.
Sim, muito provavelmente vou fazer directa esta noite.
Sim, estou muito chateada e só me apetece fugir.

É só.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

AAAAARRRGGGHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH



Hoje irritei-me tanto mas tanto que a minha tensão deve ter subido até aos 20. Se apanhasse o técnico que devia ter vindo ontem montar o ar condicionado do escritório (que ficou pendente da outra vez) e não apareceu, era capaz de o esfrangalhar todo.

E ainda vou pensar se não o vou atirar do telhado amanhã quando vier finalmente cá. Passei o dia ao telefone a chatear a cabeça da senhora da loja e fui tão chata mas tão chata que já devo ser conhecida em todo o concelho como Lily, a Terrível. Depois de vários telefonemas disse que, ou vinham cá amanhã, ou eu lhes enfiava o a/c num certo orifício. Às 19h ligaram-me a perguntar "o técnico vai aí amanhã pelas 17h, pode ser?".

E só para o irritar, vou dizer-lhe para meter mais umas calhas ali nuns tubos que é para ver se aprende (não sei se repararam mas não falei em chibatadas).

Respira fundo Lily, vá... 1...2...3...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Again?

Estou a ser novamente perseguida pelo Tiago Lopes e o Paulo Ferreira. Toca a mandar mais uns convites do Facebook porque ela ainda não deve ter percebido que queremos ser amigos. Mas que mal fiz eu, digam-me? Será que aquele inspector da PJ simpático ainda se lembra de mim?

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Ohhhhhh



Afinal o meu vizinho do Subaru é fofo: tem agora um cãozinho e deixa a luz do terraço acesa de noite para ele. Tão quido...

O cão também é giro. Tenho tido longas conversas com ele, explicando que sou amiga, gosto de animais, sobretudo cães, e que adoro quando não ladram de noite.

Acho que nos estamos a entender bem: chamo-o, ele olha para cima, senta-se e fica a olhar para mim. Gosto especialmente quando se enrola todo na mangueira e começa a roê-la ou então a destruir o terraço todo.

Só ainda não percebi qual é o nome dele. O do meu outro vizinho do lado chama-se Czar. Nem sei que raça é aquela: é grande, mas o corpo não é muito proporcional ao tamanho da cabeça, já que é magrito e a cabeça é enorme. Se alguém souber que raça é avise-me, sempre fico mais culta (não vale dizer que é arraçado de urso, senhor B.).

Entretanto este pequenote não sei que nome terá. Quando o meu vizinho o leva à rua, só o ouço dizer "Meu, ó meu, anda". Vou acreditar que Meu não é o nome dele...

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Nota-se?



Não se nota nada que não me apetece escrever, pois não? Acho que os fins-de-semana prolongados no Norte com casórios pelo meio dão nisto. É, deve ser...

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Vou partir, naquela estrraaddaaaa

Não sei se esteja feliz ou triste: daqui a pouco tenho de sair porque vou ao Norte. Amanhã casa-se uma prima minha em... Chaves.

Eu sei que é motivo de alegria, mas quando me lembro que tenho de sair em pleno calor e fazer uma viagem de 5 horas, dá-me uma coisinha má.

Então com licença que vou ali fazer 900 km (ida e volta).

Mais um talento

Hoje vi o programa da Ellen e apareceu lá este rapaz. Com apenas 12 anos, é a nova sensação nos Estados Unidos. Mais uma vez, um talento descoberto na Internet. Este vídeo tem, neste momento, quase 29 milhões de visualizações. É obra...

terça-feira, 27 de julho de 2010

Worten sempre

Fez ontem 1 mês que a minha máquina de filmar estava para arranjo. Lá me desloquei até à Worten, pronta para fazer um banzé caso me dissessem que ainda não tinha chegado. A rapariga vai ver, diz-me que vão proceder à troca e pediu-me para ir buscar outra. Assim o fiz, sem questionar.

Quando voltei, ela devolve-me o dinheiro para eu ir pagar a nova à caixa. Resultado: quando a comprei custava 109€, actualmente custa 99€, fiquei com uma máquina nova e mais 10€ no bolso. Há dias assim :D

domingo, 25 de julho de 2010

Cada vez mais fã

Primeiro talk-show da Daniela nos States. Gosto cada vez mais desta rapariga.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Não suporto gente assim

"O jovem cantor canadiano Justin Bieber, de 16 anos, anda a prometer dar um presente especial aos fãs no concerto que vai dar esta noite na Califórnia: a possibilidade de alguns poderem conhecê-lo pessoalmente. O único senão é que os admiradores terão de pagar qualquer coisa como... 3.100€."

Mais um caso em que um adolescente vira "estrela" de um momento para o outro e começa a achar que é o maior. É impressão minha ou ele até devia estar grato por ter fãs que o querem conhecer? Cobrar pelos concertos é perfeitamente normal, afinal de contas as pessoas têm de ser recompensadas pelo seu trabalho. Só não percebo... Estou a fazer um esforço, mas não... não entendo mesmo. Então ele vai cobrar o facto de o quererem conhecer? Aos fãs, a quem deveria ser eternamente grato visto que são eles que lhe dão o dinheirinho a ganhar nas vendas dos álbuns e nos concertos?

Não suporto pseudo-estrelas armadas em vedetas. É que convenhamos, uma Mariah Carey até pode armar-se em diva, porque o é, e recusar-se a andar de Mercedes e ficar à espera que lhe mandem uma marca melhor, como um Rolls-Roycezinho. Agora um adolescente que se está a tornar insuportável só porque de repente virou famoso, ppllleeeaaassseeeeee.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Dia D, ou melhor, do a/c

E eis que chegou finalmente o dia da instalação do ar condicionado. Ficaram todos montados menos, no fundo, o mais importante: o do escritório. E porquê? Porque ninguém me ligou nenhuma quando avisei que era melhor irem ver a divisão em causa, pois seria a mais complicada de instalar visto ser um sótão. Resultado: o aparelho que veio não era o mais adequado. Foi para trás e encomendaram um específico. Agora é esperar mais não sei quantos dias...

Apetece-me pôr isto a bombar ao ponto de ir buscar uma mantinha. Ora vejamos... hmm... 16 graus é capaz de ser frescote... hmmm... 22... sim, sempre gostei do nº 22. Fica assim, 22 graus. Ai que fresquinhoooooo. Olhe, é uma piña colada para aqui, fáxavôre.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Momento cutchi cutchi do dia

Mensagem acabada de receber:

"Já sorriste hoje? Eu já... para a vida! Já abraçaste alguém hoje? Eu já... o mundo! Hoje já fizeste alguma coisa que te deixou feliz? Eu já... lembrei-me de ti. Então resolvi enviar-te um beijinho de boa tarde."

Cliché ou não, gostei. É bom saber que estamos no pensamento de alguém. Agora com licença, vou ali suspirar um bocado e já volto.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Mais um

Tenho um novo vício, estou desgraçada:



Lei interessante

Acabei de ler a seguinte notícia:

"Os turistas e habitantes de Sullivan´s Island, na Carolina do Sul (EUA), que cantarem ou assobiarem na rua podem ser multados até 500 dólares. A Câmara Municipal aprovou inicialmente uma lei que torna ilegal «qualquer pessoa que grita, buzina, apita ou canta em vias públicas» e está a analisar o projecto novamente, após passar por alterações.

A nova proposta da lei diz que as restrições devem ser aplicadas «especialmente entre as 23:00 e 07:00», mas também «a qualquer hora ou local caso incomode ou perturbe a calma, conforto ou descanso» dos moradores da cidade.

O município de Sullivan´s Island não é o único que considera o cantar e assobiar um incómodo nos Estados Unidos. Chuck Thompson, conselheiro geral e director-executivo da Associação Internacional dos Advogados Municipais, diz que muitas cidades no país regulamentam ruídos com base em níveis de decibéis ou restringem sons específicos, como cães a latir, por exemplo."

Era giro ter esta lei por cá e incluir também aquelas pessoas que não gostam de andar de chinelos dentro de casa, descem a escada às 6 da manhã com os tamancos e acordam toda a gente ou ainda aquelas que se põem a falar do r/c para o 2º andar sejam 7 ou 8 da manhã, sem qualquer respeito pelos vizinhos. Conheci pessoas assim e é por isso que gosto de viver no meio dos passarinhos e das ovelhas.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Veneza, Itália - Setembro de 2007

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Não sei mesmo

Ontem não sei o que tinha: fui jantar com a Picante e ela disse que eu estava com uma grande pedalada. Entretanto outra amiga com quem falei à noite no msn dizia que eu estava imparável. O B. costuma resumir a conversa a "mas o que tens hoje?". Sinceramente? Não sei explicar.

É verdade que estava acelerada, as minhas conversas, modéstia à parte, só faziam rir as outras pessoas, eu própria ria do que dizia e... não sei o motivo. Cheguei a casa, fiquei a fazer a digestão para ir tomar banho, fui para o computador e perdi a noção das horas. Resultado: fui para o banho à meia-noite. A parte boa é que serviria para me relaxar e assim que caísse na cama, adormeceria de imediato. Isso pensava eu... Deitei-me às 2 da manhã e não conseguia adormecer. Ainda pensei ligar a TV para ver se me dava sono mais rapidamente, mas achei que poderia ser um perigo. Comecei a pensar para mim "já só vais dormir 6 horas", mas nem isso ajudou. Fui vendo os minutos a passar, a passar... Hoje levantei-me com muito custo, claro está.

Agora estou no trabalho, sem vontade de fazer nada (como se isso fosse novidade, mas entendem o que quero dizer né?). Vou mas é combinar outra saída para ficar com aquela energia de ontem. Sim, é isso mesmo.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Domingo quase explosivo

Domingo cheguei a temer pela vida. Estava eu na cozinha com a minha mãe quando começámos a ouvir um barulho. Estava para dizer "deve ser o frigorífico" quando vejo a TV a deitar fumo. Parecia que estavam a fritar batatas dentro da televisão e as deixaram queimar. A minha mãe toda aflita, a chamar pelo meu pai e eu, que nem heroína, vou desligá-la antes que começasse a incendiar. Confesso que ainda pensei "e se agora esta merda resolve explodir?", mas não hesitei.

Resultado: um cheiro horrível na casa, uma TV no lixo e zero feridos.

Entretanto cheguei à conclusão que a minha mãe se assusta facilmente e fica logo aflita (aquilo a deitar fumo e eu a dizer-lhe "ó mãe, tem lá calma" lol), e que eu não tenho bem noção do perigo, entro simplesmente em acção. Claro que em caso de sismo fico na cama a ver o candeeiro a baloiçar, mas isso é outra conversa.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Compras - parte 2

Posso dizer que sobrevivi à dura passagem pelo corredor das guloseimas sem grandes estragos. Além dos produtos essenciais, como leite, leite com chocolate (é essencial para mim ok), iogurtes e as bolachinhas para meter no leite, apenas trouxe umas outras bolachas de manteiga. Estou tão orgulhosa de mim! Ainda olhei para umas tortas e o B. pode comprovar o difícil que é resistir às mesmas. Desviei o olhar... voltei a olhar... mas não, consegui resistir!

Ah esperem, como extra também trouxe uns iogurtes de banana ou lá o que é aquilo com bolinhas de chocolate. Eu só peguei neles para ver como eram e puft, de repente saltaram para dentro do carrinho.

Maguita, lá não há o Mars Delight e não trouxe gelados nem outro tipo de chocolates.

E antes que o B. reclame, também comprei pescada congelada, que a Lily até gosta de peixe cozido.

Já disse que estou orgulhosa de mim, não já?

Compras - parte 1

Hoje tenho de ir às compras. Quando digo "tenho", é mesmo necessidade, visto que já nem leite tenho em casa. Assim sendo, vou passar pelo Lidl, mas estou com medo. Sei que preciso de muitas forças para me controlar no corredor das bolachas. É que eu preciso de lá passar para ir buscar as bolachas que gosto de mergulhar no leite (mergulhar foi bonito hã). E depois? Conseguirei seguir sem me deixar tentar por outros produtos do demo? Rezem por mim, porque vou precisar.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

A Prova


Foi o melhor que consegui. Inclinei-me tanto na janela para tentar apanhar a cena que ia malhando no chão.

A quem ainda possa interessar

O meu vizinho chegou e pôs-se a tirar foto com o telemóvel.

Agora a estrada está repleta de bolinhas pretas.

Ainda não consegui perceber por que motivo as gaivotas gostam de se empoleirar nas ovelhas, mas que fica uma imagem engraçada, lá isso fica.

A quem possa interessar (ou seja, ninguém)

Neste momento, estão a passar dezenas e dezenas de ovelhas à porta de minha casa.

Pronto, era só isto.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Run

Lindo, lindo, lindo...

Ar condicionado: é desta!

Como já verificaram algures num post anterior, estes dias/noites de calor extremo não têm sido fáceis para mim.

Tinha decidido que iria pôr a/c no escritório, mas estava indecisa sobre o resto da casa: é caro, não sabia se iria justificar, etc.

Ganhei coragem e fui pedir orçamentos. Já sabia que era caro, mas quando somamos as parcelas todas é que ficamos com a verdadeira noção. Lado positivo: gasto dinheiro mas fico fresquinha, em vez de o dar às Finanças e não ver nada em troca.

O problema é que tenho de esperar mais de 2 semanas para o virem instalar. Parece que anda toda a gente a comprar (haja um sector que não está em crise).

A comodidade paga-se e não é pouco. Se eu podia não gastar tanto dinheiro? Podia, mas não era a mesma coisa.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Why me?

Conversa com um "amigo" novo na net ontem à noite:

Ele: O trabalho, correu bem?
Eu: Está a correr, ainda estou a trabalhar
Ele: Então falamos depois. Mesmo que estejas ocupada no msn vou sempre deixando um beijinho
Eu: Mas quando ponho o estado 'ocupado' é porque estou mesmo ocupada e não quero ser interrompida. Normalmente estou sempre online, ora se mudo para 'ocupado', é porque estou mesmo ocupada
Ele: Sim, mas não faz mal, eu não me importo

É ELE quem não se importa. Ele... certo...

Não queria falar sobre isto mas...

A sério que não queria, mas acho importante tocar neste assunto porque, pelos vistos, é de preocupação mundial. Refiro-me ao já célebre filho do CR que, coitado, não teve voto na matéria e ainda não sabe no que se meteu.

Estou farta das críticas feitas ao CR. Que não jogou nada no Mundial (não sei por que motivo as pessoas se queixam, não é novidade nenhuma), que isto e aquilo.

Meus amigos, basta! É preciso compreender o rapaz. É perfeitamente aceitável que a prestação dele no Mundial não tenha sido a melhor, uma vez que estava prestes a iniciar uma nova fase da sua vida, a de pai (?). Além disso, qualquer um de nós fica nervoso quando está para receber algo pelo qual pagou uma quantia significativa (segundo a imprensa, CR terá pago 12 milhões de euros à mãe para que esta desaparecesse, não revelasse a identidade e abdicasse da custódia do filho, mas quem sou eu para afirmar uma coisa destas).

Além disso, ele terá ficado aliviado por termos sido afastados do Mundial, pois assim podia regressar rapidamente para ficar com o seu novo brinquedo, perdão, filho.

As más línguas dizem que ele está de férias em NY com a namorada (eu se fosse ela, já lhe tinha dado um pontapé no traseiro, mas enfim). Até publicaram fotos dele às compras na 5ª Avenida e à beira de uma piscina num hotelzinho lá do sítio, mas para mim é tudo montagem (toda a gente sabe que o Photoshop faz milagres).

Agora até um site de apostas está a aceitar palpites sobre a identidade da mãe do bebé. Aliás, essa menina/senhora não deve demorar muito a dar com a língua nos dentes, visto que até já descobriram a clínica onde CR terá adquirido o bebé (não estejam chocados com o meu vocabulário: quem dá dinheiro por algo está a adquirir/comprar, portanto...).

CR, estou contigo! Não acredito nada que tenhas deixado o pimpolho com a avó e as tuas irmãs para cuidarem dele enquanto andas a passear nos States e que nem sequer o vais criar a longo prazo.

Que infâmia...


* Não pensem que sou contra as barrigas de aluguer, porque não sou. Qualquer pessoa tem o direito de ter uma criança, desde que por via legal, claro. Em Portugal tal não é possível, mas em países como os EUA é, portanto nesse aspecto nada a assinalar. As clínicas de fertilidade cobram fortunas a quem pretende ter um filho. As barrigas de aluguer são só outra forma de obter uma criança.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Arcos de Valdevez, Portugal - Agosto de 2004

Lily à beira de um ataque de... calor



A palavra que mais tenho usado nos últimos dois dias é "horrível": está um calor horrível, está uma temperatura horrível, a noite está horrível, as melgas são horríveis...

Quando me deitei ontem à noite, a primeira coisa que me veio à cabeça foi que seria incapaz de dormir com outra pessoa em noites de calor como estas. E não me venham dizer que os casais devem sempre dormir juntos patati patata, porque é tudo muito bonito mas garanto-vos que eu simplesmente não aguentaria. Mas adiante...

Nas noites de calor horrendo (lá está, horrendo = horrível), fico na cama praticamente imóvel, evitando mexer-me na esperança que a temperatura do corpo comece a baixar. No entanto, quando acordei esta manhã, fiquei feliz por ver que não tinha sufocado durante a noite e cheguei à conclusão que estava com o mesmo calor com que me deitei.

Isto não é bom, porque a Lily é daquelas que gosta de sentir um friozinho de madrugada, levando-a a puxar suavemente o lençol de forma a tapar os pés e as pernas. Tenho saudades de sentir frio, sobretudo quando em Milfontes dormia tão bem de cobertor. Haverá coisa melhor do que ter uma boa temperatura durante o dia para ir à praia e à noite ficar fresco o suficiente para se dormir com um cobertorzito? Ai que saudades...

E agora com licença, vou ali enfiar-me dentro do frigorífico e já volto.