terça-feira, 6 de abril de 2010

Custa, muito...



Passei os 3 dias do fim-de-semana da Páscoa sem fazer praticamente nada, tirando ir ao cinema, almoçar e jantar fora, ver séries na Fox Life como se não houvesse amanhã, ou seja, foi só boa vida.

Ontem quase que não me aguentei no escritório de tanta preguiça e hoje fui pelo mesmo caminho. Aliás, de manhã até comecei por ouvir o despertador às 8h, mas entretanto apagou-se tudo da minha memória e só me lembro de acordar sobressaltada já passava das 9h. O esperado seria ter pulado da cama, mas resolvi suspirar, virei-me para o outro lado e pensei "que se lixe, hoje vou mais tarde". E pronto, cheguei ao escritório às 10:45. Até nem foi muito grave, se tivesse chegado depois das 11h seria pior...

4 comentários:

B disse...

Isto ter um nivel de vida acima de média tem muito que se lhe diga.
Vai-se á hora que se quer para o emprego,e,onde está a descasca do chefe? onde estão as represálias de despedimento?
Nada.. aposto ainda que o seu chefe lhe foi ajeitar a cadeira para se sentar e dizer que não é merecedor do ár que respira só por estar perto de si..
sinceramente.. devia seguir o meu exemplo e laborar no duro e ganhar pouco.

Pedro Oliveira disse...

B. afinal á gente que tem bons empregos, e que não trabalha no duro como eu...
Cof... Cof...

Maguita disse...

Quase foi preciso recorrer ao desfibrilador para me reanimar quando li "que se lixe, hoje vou mais tarde". Isso vindo da Lily é, no mínimo, chocante.

Carla disse...

Lily, welcome to the dark side. Muwahahahahahahaha!