quinta-feira, 7 de abril de 2011

Apenas para ficar registado

Aos sete dias do mês de abril de dois mil e onze, depois de ouvir na rádio ainda meia a dormir que iriam estar vinte e sete graus em Lisboa, a Lily decidiu vestir manga curta hoje (ainda que tenha trazido o blusão na mão numa de "é melhor levar não vão os senhores estarem a exagerar).

Já toda a gente percebeu que o tempo anda marado. Meias estações? Isso já não existe. Agora passamos de uma tempestade para um calor infernal ou de 25 para 15 graus num abrir e fechar de olhos.

Eu ainda sou do tempo em que abril era mês de umas chuvadas valentes, até existe um provérbio em sua homenagem "em abril, águas mil". Mas tudo muda, para o bem e para o mal.

Consequências imediatas? Estar no escritório a pensar que se estaria maravilhosamente numa esplanada à beira-mar em vez de estar a traduzir vídeos de exercícios do Excel que muito provavelmente ninguém quer sequer ver.


PS - Creio que chegou a altura de apetrechar o congelador com caixas de gelados

4 comentários:

Carla disse...

Não chames a chuva que ela vem mesmo. Está um quentinho tão agradável. Não fossem os senhores mal cheirosos que invadem os transportes públicos e gostam de se sentar mesmo ao pé de mim, estava tudo perfeito.

Pedro Oliveira disse...

Já comi gelados aos montes. LOL E sempre o LIDL como patrocinador. LOL

B. disse...

Gelados do lidl sao bem fixes.. aliás,tudo do lidl é bem fixe,inclusive algumas empregadas.

Lily, se a chuva vier.. já sei a quem vou prender a campainha com um palito as 04h da manha... ah pois é...

Lily disse...

Mas B, já não percebo nada: ontem dizias-me que querias que fizesse a dança da chuva para a semana, agora já não queres. Tens de te decidir