sábado, 23 de julho de 2011

RIP Amy

Já aqui disse que o que ela tinha de doida, tinha de brilhante. Um grande talento que parte cedo demais. 




5 comentários:

Hugo Nofx disse...

Olá Lily! Eu adoro os discos da Amy e ficaremos com esses registos para ouvir sempre!
Curiosamente esta é uma música dos The Zutons, grupo que ficou mais conhecido internacionalmente, devido à Amy, pois claro.
beijos.

Lily disse...

Sim, eu sei que o original não é dela, mas é uma das minhas favoritas.

E já agora, bem-vindo!

Carla disse...

E hoje ouvi uma jornalista bonita da nossa tv dizer que o promotor do Festival Sudoeste foi um dos prejudicados. Pois, pois, "desculpe lá não poder dar o concerto, tenho um impedimento de falta de batimento cardíaco".

Há com cada idiota!

Lily disse...

Daqueles comentários infelizes que se dizem sem pensar.

Pedro Oliveira disse...

Como todos os grandes músicos do sec. XX, foi o álcool e a droga que a matou. Podemos dizer, com algum pesar, que é a primeira grande voz a sumir do mundo por não saber o que fazer ao talento.

RIP Amy Whinehouse